---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Fundação do Município

Publicado em 26/03/2014 às 14:21 - Atualizado em 25/09/2014 às 09:08

  Corupá está localizado na região norte do Estado de Santa Catarina, cercado pela cadeia de montanhas da Serra do Mar, com áreas de Mata Atlântica relativamente preservadas. Antes de receber o nome de Corupá, que em língua indígena significa "lugar de muitas pedras", o Município chamava-se Hansa Humboldt, em homenagem ao naturalista alemão Alexander Von Humboldt e a Companhia Hanseática de Colonização.

A data de fundação, 7 de julho de 1897, refere-se ao dia em que Otto Hillbrecht e seu filho e Wilhelm Ehrhardt compraram os primeiros lotes coloniais. Estes pioneiros, vindos da Alemanha, desembarcaram em São Francisco do Sul e chegaram a Hansa Humboldt vindos de barco pelo Rio Itapocu, sendo este o único caminho de acesso até 1900. Em 11 de maio de 1908 foi criado o distrito de Hansa Humboldt. A partir de 1 de janeiro de 1944 Hansa Humboldt passou a chamar-se Corupá. Em 21 de junho de 1958 foi criado o Município de Corupá e sua instalação ocorreu no dia 25 de julho de 1958.

Atualmente a economia do Município, apesar de diversificada, se fundamenta principalmente na agricultura, especificamente à bananicultura; Corupá é a Capital Catarinense da Banana. No ramo industrial destaca-se na área moveleira, metalúrgica e têxtil. Outro destaque é dado pelo cultivo de plantas ornamentais, sendo Corupá um dos maiores produtores estaduais neste segmento. É sede do Orquidário Catarinense, que há 100 anos se dedica ao cultivo e comercialização de orquídeas e bromélias e é responsável pela descoberta de várias espécies. Outro setor que se destaca é o turismo. Corupá, devido à sua geografia acidentada, tem uma vocação natural para a prática da atividade turística junto aos atrativos naturais. De suas montanhas brotam diversos cursos de água, que formam rios e criam cachoeiras.

Em termos de artesanato, Corupá possui uma matéria-prima diferenciada: os resíduos da produção de bananas. A utilização da fibra da bananeira na confecção de inúmeros produtos, como bolsas, chapéus e enfeites, vem trazendo benefícios para as produtoras rurais da região como fonte de renda extra. A culinária com pratos à base de banana, tanto doces como salgados, também merece destaque. Produtos coloniais derivados da banana, como a banana passa, cachaça, doces e geléias, são comuns na região.

Conheça um pouco mais sobre Corupá visitando nosso Portal do Turismo, basta clicar na aba Turismo no alto desta página.